Mensagem da Rainha da Paz em 25 de Julho de 2018

Queridos filhos!

“DEUS ME chamou para levá-los a ELE porque ELE é a sua força. Por isso, EU estou chamando vocês para rezarem a ELE e para confiarem NELE, porque ELE é o seu refúgio de todo o mal que espreita e carrega almas para longe da graça e da alegria para as quais vocês foram chamados. Filhinhos, vivam o CÉU aqui na terra pois isso será bom para vocês, e que os Mandamentos de DEUS sejam a luz no seu caminho. EU estou com vocês e EU amo vocês todos com Meu Amor Maternal. Obrigada por terem respondido ao MEU Chamado.”

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz em 25 de Julho de 2018

TEMPO, UM DOM PRA FAZER RENDER.

Sem dúvida todos já ouvimos a famosa expressão: “o tempo passa voando!”. Temos a sensação de que, por mais que se corra para dar conta de fazer tudo o que se tem para fazer, ainda assim, não dá tempo.  Alguns até lamentam-se do dia não ter mais de 24 horas… O ponteiro continua no seu compassado e “impiedoso” ritmo, onde o tempo por ninguém espera.

Surge então uma pergunta óbvia: “Como temos gasto nosso tempo? Como tenho vivido este breve espaço de tempo chamado vida?” Geralmente temos dificuldade de perceber o que é, de fato, essencial para nós. Imaginemos que alguém ouça do seu médico que sua vida durará, no máximo, dois meses. Com o que você acha que ele vai gastar o tempo dele? Provavelmente irá ficar mais tempo com aqueles que ele ama, não irá carregar mágoas dos outros, pois sabe que lhe resta pouco tempo; fará uma sincera retrospectiva de sua vida e de seus atos para se desculpar com aqueles que magoou e perdoar aqueles que lhe magoaram. Guardará, no seu dia, um tempo muito especial dedicado ao Senhor, pois deseja que Ele lhe encontre o mais preparado possível. Isso pra dizer que essa pessoa buscará ficar com o que é essencial para sua vida, não ficará no que é efêmero.

Longe de uma visão pessimista o que desejo mostrar é que corremos atrás e gastamos muitas forças com coisas que logo passarão. No fim de nossas vidas olharemos para trás e a única coisa que poderemos é constatar o como gastamos nosso tempo. E isso é vital para definir nossa eternidade. Quem deseja ir para o céu tem que começar a caminhar já aqui nesta vida sendo um cidadão do céu com os pés no chão de nossa realidade. Buscando amar a Deus e aos outros com um amor efetivo e usando bem o preciso dom que é o tempo.

Como amar com o amor de Deus

Eu sempre me perguntei como era possível amar com o Amor de Deus, pois

no meu entendimento qualquer atitude de

amor que tenhamos, por mais que nos custe, é esforço nosso. Então semp

re perguntava a Deus o que Ele queria dizer

quando através de pregadores ou da oração me pedia pra amar com o Seu amor. E

sempre lhe pedia o entendimento

desta questã

o.

Com o passar do tempo fui entendendo o quanto nosso amor é limitado e o

quanto somos incapazes de amar o nosso

irmã

o.

E ao descobrir essa miséria, comum a todo ser humano, tive a graça de

compreender o que é

͞

Amar com o Amor

de Deus

͟

: é fazer aquilo que por nós mesmos não faríamos, mas que o Senhor estand

o em nosso lugar faria.

É muito difícil para nós, nos darmos ou nos sacrificarmos por Deus e p

elo próximo, mas é

pr

óprio de Jesus se dar e se

sacrificar por mim e por você, logo, amar com o Amor de Deus é amar com

o Jesus amou, é nas várias situações de nossa

vida que exigem de nós o Amor, fazermos não o que queremos, mas o que

o Senhor faria.

Tenhamos a coragem de amarmos verdadeiramente, amar da forma mais plena, amar com o Amor

de Deus!

͞

Amar como Jesus amou

Sonhar como Jesus sonhou

Pensar como Jesus pensou

Viver como Jesus viveu

Sentir o que Jesus sentia

Sorrir como Jesus sorria

E ao chegar ao fim do dia eu sei que dormiria muito mais feliz

͟

Francisco Edson do Carmo Filho

Discípulo da Comunidade Católica Rainha da Paz

Mensagem da Rainha da Paz em 25 de abril de 2016

“Queridos filhos!Mensagem da Rainha da Paz em 25/04/2016

Meu Imaculado Coração sangra quando Eu olho para vocês em pecado e em hábitos pecaminosos. Eu estou chamando vocês: voltem para Deus e para a oração que será bom para vocês na Terra. Deus está chamando vocês através de Mim para os seus corações serem esperança e alegria para todos aqueles que estão longe. Possa o Meu chamado ser para vocês um bálsamo para a alma e o coração para que vocês possam glorificar a Deus, o Criador, que os ama e os está chamando para a Eternidade. Filhinhos, a vida é curta; vocês, façam bom uso desse tempo e façam o que é bom.

Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

Mensagem da Rainha da Paz em 25 de Março de 2016

“Queridos filhos!

Hoje eu estou levando o meu amor a vocês. Deus me permitiu amá-los e, por amor, chamá-los à conversão. Vocês, filhinhos, são pobres em amor e ainda não compreenderam que o meu Filho Jesus, por amor, deu a Sua vida para Salvá-los e dar-lhes Vida Eterna. Portanto, rezem, filhinhos, rezem para que na oração vocês possam compreender o amor de Deus.

Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

 (Mensagem de Nossa Senhora à Marija Pavlovic Lunetti
em 25 de março de 2016)

Aprendendo a caminho de Emaús

Quantas vezes caminhamos ao lado do Senhor e não o reconhecemos.  Foi isso que aconteceu com os discípulos de Emaús. Estavam tão centrados em si mesmos, nas suas coisas e fatos que aconteceram que não perceberam que estavam com Jesus.

Isso, infelizmente, ainda acontece conosco.  Jesus está ao nosso lado, caminha conosco e não nos damos conta disso. Mas onde podemos reconhecer a presença de Jesus?  Quero ressaltar aqui três possibilidades.

A primeira é a Palavra. Por vezes, o contato que temos com a Palavra é tão frio, que ela não produz efeito em nossas vidas. Nós a escutamos na missa ou quando lemos algum trecho dela, mas somos como ouvintes distraídos. Enquadramo-nos naquela categoria que S. Tiago chama de ‘meros ouvintes’.  Porém, os discípulos de Emaús confessaram depois que sentiam arder seus corações enquanto Ele lhes falava. Peçamos ao Senhor essa graça. Sentir arder o coração é deixar que ela, a Palavra, entre pelos nossos ouvidos, chegue ao coração e se transforme em vida.

A segunda é a Eucaristia. Eles O reconheceram no partir do pão. O pão eucarístico é o Corpo de Cristo. É Ele mesmo! Ele está conosco conforme prometera! Para ser nosso alimento e sustento. Se estivermos sem forças, caídos, levantemo-nos e comamos deste pão sagrado que nos restaurará as forças para continuarmos o caminho; que nos curará as feridas e nos sustentará nas lutas.

A terceira é no irmão. Somos convidados a amar a Deus no irmão. Esse é o “termômetro” que medirá a veracidade do nosso amor para com Deus. Se dizemos que amamos a Deus e não amamos nosso irmão, somos mentirosos, diz a Palavra. Portanto, amemo-nos uns aos outros sem medo. Reconhecendo em cada irmão a presença  de Jesus.

 

Tupy Ponte
Consagrado da Comunidade Católica Rainha da Paz