Mensagem da Rainha da Paz em 25 de Março de 2016

“Queridos filhos!

Hoje eu estou levando o meu amor a vocês. Deus me permitiu amá-los e, por amor, chamá-los à conversão. Vocês, filhinhos, são pobres em amor e ainda não compreenderam que o meu Filho Jesus, por amor, deu a Sua vida para Salvá-los e dar-lhes Vida Eterna. Portanto, rezem, filhinhos, rezem para que na oração vocês possam compreender o amor de Deus.

Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

 (Mensagem de Nossa Senhora à Marija Pavlovic Lunetti
em 25 de março de 2016)

Aprendendo a caminho de Emaús

Quantas vezes caminhamos ao lado do Senhor e não o reconhecemos.  Foi isso que aconteceu com os discípulos de Emaús. Estavam tão centrados em si mesmos, nas suas coisas e fatos que aconteceram que não perceberam que estavam com Jesus.

Isso, infelizmente, ainda acontece conosco.  Jesus está ao nosso lado, caminha conosco e não nos damos conta disso. Mas onde podemos reconhecer a presença de Jesus?  Quero ressaltar aqui três possibilidades.

A primeira é a Palavra. Por vezes, o contato que temos com a Palavra é tão frio, que ela não produz efeito em nossas vidas. Nós a escutamos na missa ou quando lemos algum trecho dela, mas somos como ouvintes distraídos. Enquadramo-nos naquela categoria que S. Tiago chama de ‘meros ouvintes’.  Porém, os discípulos de Emaús confessaram depois que sentiam arder seus corações enquanto Ele lhes falava. Peçamos ao Senhor essa graça. Sentir arder o coração é deixar que ela, a Palavra, entre pelos nossos ouvidos, chegue ao coração e se transforme em vida.

A segunda é a Eucaristia. Eles O reconheceram no partir do pão. O pão eucarístico é o Corpo de Cristo. É Ele mesmo! Ele está conosco conforme prometera! Para ser nosso alimento e sustento. Se estivermos sem forças, caídos, levantemo-nos e comamos deste pão sagrado que nos restaurará as forças para continuarmos o caminho; que nos curará as feridas e nos sustentará nas lutas.

A terceira é no irmão. Somos convidados a amar a Deus no irmão. Esse é o “termômetro” que medirá a veracidade do nosso amor para com Deus. Se dizemos que amamos a Deus e não amamos nosso irmão, somos mentirosos, diz a Palavra. Portanto, amemo-nos uns aos outros sem medo. Reconhecendo em cada irmão a presença  de Jesus.

 

Tupy Ponte
Consagrado da Comunidade Católica Rainha da Paz