São Francisco de Assis

São Francisco de Assis

Viver e falar de santidade nos dias de hoje tem se tornado algo distante da realidade, uma meta alta demais para se atingir, voltada apenas para as pessoas virtuosas, impecáveis e de grande espiritualidade. Ser santo hoje parece não ser algo atrativo para as pessoas, porém, falar de santidade é falar de bem aventuranças, é falar de pessoas plenamente felizes, não de pessoas perfeitas e certinhas. Quem não deseja ser feliz nesta vida, viver uma vida realizada?
Os santos foram aqueles homens e mulheres que viveram a vida na terra, sem estar privados de pecar, mas que tiveram tamanha experiência com o amor de Deus que decidiram viver uma nova vida, configurada a Cristo na doação, na missão, na pobreza e na radicalidade. Eles tiveram erros e falhas, mas não pararam nelas. Foram aqueles que viveram uma vida conduzida por Cristo até as últimas conseqüências.
Vamos falar de um jovem, que é um grande exemplo de santidade nos dias de hoje: São Francisco de Assis. Filho de Pedro e Dona Pica Bernardone, nasceu entre 1181 e 1182, na cidade de Assis, Itália. Seu pai era um rico comerciante de tecidos e lhe ensinou a arte do comércio; seu filho logo seguiria os passos de seu pai. Era um jovem alegre, amante da música e das festas e, com muito dinheiro para gastar, tornou-se rapidamente um ídolo entre seus companheiros. Adorava banquetes, noitadas de diversão e cantar serenatas para as belas damas de sua cidade. Enfim, Francisco era o líder da juventude de sua cidade. Depois de comerciante, tornou-se cavaleiro.
Ao ter sua experiência com Deus, Francisco se tornou um grande amante da pobreza, doou sua vida em favor dos pobres, dos mendigos e leprosos. Numa época de opulência das riquezas, São Francisco se torna um grande sinal de contradição, amando a menor das criaturas, despojando-se de tudo, até de suas próprias roupas para dar aos pobres. Não quis ter nada, deu tudo para receber o Tudo! Fundou a ordem do Frades Mendicantes que revolucionou a Igreja de sua época e ainda hoje atraí muitos devotos.
Sua intensa vida missionária e vida fraterna são heranças que São Francisco deixou para a comunidade Rainha da Paz. Em um episódio de sua vida, atraído por Jesus e por Seu chamado, decidiu deixar tudo, deixar a casa de seus pais, deixar os seus bens, as riquezas e os prazeres desta terra para seguir ao Senhor por um caminho totalmente novo, jamais desbravado por outros. No meio do comércio de Assis, Francisco despojou-se de suas roupas, ficou completamente nu; as devolveu ao seu pai Bernardone e seguiu sua missão.
“Não se sentindo com direito a nada, o Irmão coloca-se aos pés de todos, como o menor de todos. Para o Irmão a humildade não consiste em desprezar a si mesmo, mas considerar todos os outros como ‘senhores’, para ser servidor deles, para lançar-se a seus pés e lavá-los, para servi-los à mesa.” (LARRAÑAGA, 2000, p.80). Este foi o sentido da vida missionária de São Francisco: fazer-se servo de todos, colocar os irmãos, especialmente os mais pobres, os mendigos e os leprosos no primeiro lugar, não por forças humanas, mas pela força que vinha do Senhor. E se fazendo servo de todos, nos ensina a ser pai, irmão e mães uns dos outros. Assim ele fazia também com seus irmãos de ordem franciscana.
O exemplo de São Francisco deve ser seguido por cada um de nós. Somos chamados a ser missionários, aqueles que se tornam servos uns dos outros com alegria. Em um mundo que tem se tornado cada vez mais individualista, devemos ser testemunhos de doação, de esvaziamento de si. Existem pobres que podem estar ao nosso lado, não só os pobres de bens materiais, mas os pobres de amor, esperando nossa palavra de conforto, nosso anúncio do amor de Deus.
O testemunho de São Francisco nos ensina a não sermos gananciosos, a não nos entregarmos às concupiscências do poder, do prazer e do possuir, mas a amarmos a pobreza, para nos enriquecermos com o que vem de Deus. Somente quem sai de si mesmo, com a graça de Deus é capaz de se dar ao outro e não se sentir anulado, nem menor, mas, sim, a pessoa mais livre e mais feliz. Torna-se testemunho de missão e de vida fraterna.
Que São Francisco interceda por nós e nos ajude a sermos cristãos que crescem na doação e na oferta. Que tenhamos a força para nos despojarmos de tudo o que nos afasta do Senhor e alcançarmos a perfeição da caridade. Que sejamos santos, a exemplo de São Francisco!

Gostou ? Aperte em curtir : )
error

Gostou ? Pois compartilhe com seus amigos :)

Facebook
Facebook
@comrainhadapaz
YouTube
YouTube
Follow by Email