Santo Hilário de Poitiers, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja

Santo Hilário de Poitiers, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja

Esse insigne Doutor da Igreja, cognominado trombeta contra os arianos por São Jerônimo, também qualificado como martelo dos hereges e Atanásio do Ocidente, recebeu de Santo Agostinho significativo elogio: “valorosíssimo defensor da fé contra os hereges e digno de toda a veneração”.

A vida de Santo Hilário nos revela como é possível ao homem, pela simples reta razão, chegar a uma apreensão da verdade no plano meramente natural; e, a partir daí, com o auxílio da graça, atingir o conhecimento de verdades sobrenaturais.

Hilário era oriundo de uma das mais distintas famílias da província da Aquitânia, tendo nascido em Poitiers (França) no início do IV século. Sendo pagãos, seus pais o educaram na ciência da antiga Grécia e Roma e em todas as práticas da gentilidade. Mas ao jovem Hilário, dotado de juízo sólido e de inteligência robusta e penetrante, não satisfaziam as superstições ridículas do paganismo. Ele diz que desde pequeno sua alma tinha sede de um Deus que não o dos pagãos. “Minha alma se dirigia assim com ardor a conhecer esse Deus, autor de todo bem, porque eu via claramente o absurdo de tudo o que os pagãos ensinam quanto à divindade, dividindo-a em muitas pessoas de um e de outro sexo, atribuindo-a a animais, a estátuas e a outros objetos insensíveis. Reconheci que não podia haver senão um só Deus, eterno, todo-poderoso, imutável”.

Compartilhe com seus amigos:
Mauricio Jr.

Discípulo da Comunidade Católica Rainha da Paz