Meu passado me condena, meu presente me liberta

Quem nunca ouviu ser lançado sobre você essa expressão: “Teu passado te condena”? E o pior de tudo é que muitas vezes acreditamos nesse tipo de argumento. Dar crédito a isto é viver condenado pelo passado. É como se não tivesse mais jeito e precisássemos carregar a culpa pelos erros do passado para o resto da vida.

Precisamos mudar a nossa forma de olhar para a vida, dando suma importância para o “hoje”. Não podemos ficar na prisão do passado (nem vislumbrar um futuro que nunca chega). Se houveram erros no passado, não importa. O que mais conta é a minha atitude hoje. Claro que não posso continuar vivendo as mesmas roubadas de “trocentos” anos atrás e não mudar em nada. Nem pensar que porque errei ontem, hoje não tem mais jeito de mudar. E muito menos pensar que o meu passado determina o meu presente. Cada novo dia exige uma nova decisão. Basta que eu acolha a novidade e a liberdade do “hoje” que Deus me dá. É preciso deixar as algemas do passado ruim para vivermos a liberdade do tempo presente. Se o teu passado te condena, tenha a coragem de dizer: O meu presente me liberta!

Thiago de Oliveira Lopes

Consagrado da Comunidade Católica Rainha da Paz

 

 

About the author: thiagocvmir