PAPAI NOEL, COELHO DA PÁSCOA E VIDA SEM SOFRIMENTO NÃO EXISTEM!

“Que bom seria se existisse uma máquina que nos fizesse voltar no tempo!…” talvez este sonho de cinema já tenha passado pela nossa cabeça!… Ter a oportunidade de voltar no tempo e corrigir os erros, evitar quedas, retirar sofrimentos, vivendo assim uma vida “perfeita”… (Será que seria assim tão perfeita?)
Ao retornarmos desses devaneios, nos damos conta de que, na vida real, essa máquina do tempo não existe e que temos que nos relacionar com nosso passado sem estar aprisionados por ele, mas estar reconciliados com ele. Quem, ao olhar para seu passado, não encontra situações doloridas, de quedas, sofrimentos e dores? Todos nós! A vida perfeita não significa vida sem sofrimentos e dificuldades. Esses, se bem direcionados, podem ser trampolins para um crescimento humano e espiritual, um impulso para a maturidade. Ou, cruéis algozes, prisões escuras para nos manter cativos e impedir nosso crescimento.O sofrimento sempre existirá em nossas vidas. Como lhe damos com ele é que é o grande ‘x’ da questão!
Um grande equívoco que muitos podem ainda carregar consigo é a falsa ideia de que, estando com Jesus, caminhando com Ele, estando na Igreja, rezando, enfim, estamos imunes a qualquer tipo de sofrimento e que Jesus tem como que uma dívida para conosco por estarmos caminhando com Ele. E ao menor sinal de sofrimento em nossas vidas já corremos para reclamar os nossos “direitos” de seguidores fiéis… Queremos que, por seguir Jesus, Ele faça tudo o que queremos, do jeito que queremos e na hora que queremos, caso contrário deixamos a Igreja e, ainda por cima, magoados com Deus… No entanto, Jesus nunca nos prometeu que nossa vida seria um mar de rosas! Na verdade, Ele nunca escondeu que, ao escolhê-Lo, estávamos escolhendo uma porta estreita. Falou abertamente aos que desejavam seguí-Lo que renunciassem a si mesmos, tomassem sua cruz a cada dia e O seguissem. E, mesmo ao anunciar as bem-aventuranças, elencou como uma delas a perseguição por causa do Reino. Ou seja, Jesus foi sempre sincero e verdadeiro. Esse “Deus” cumpridor das minhas ordens só existe em nossas cabeças… Deus não é um gênio da lâmpada que só existe para atender nossos desejos e nos dar uma vida sem a menor sombra de sofrimento.
Às vezes, o sofrimento acaba sendo uma grande tábua de salvação para muitos. Quantos, depois de uma situação de sofrimento, não repensam sua vida, refletem como estavam vivendo e encontram o sentido da vida. Jesus, mesmo sendo Deus, aprendeu a obediência pelos sofrimentos que passou (Hb 5,8). O melhor que temos a fazer é viver com Jesus e enfrentar as situações difíceis com Ele. Os sofrimentos virão, as tempestades virão, as tribulações virão, mas se estivermos firmados em Cristo, conseguiremos passar por eles, não anestesiados para não sentir nada, mas sabendo que não estamos sozinhos e que podemos usar de tudo isso para um crescimento maduro e firme porque estaremos firmados na Rocha que é o próprio Amor.

About the author: Mauricio