Festa Junina

Essa festa era conhecida como Joaninas e receberam esse nome para homenagear João Batista, primo de Jesus, que, segundo as escrituras bíblicas, gostava de batizar as pessoas, purificando-as para a vinda de Jesus. Assim, passou a ser uma comemoração da Igreja Católica, onde homenageiam três santos: no dia 13 a festa é para Santo Antônio; no dia 24, para São João; e no dia 29, para São Pedro.

Aos poucos, as festas juninas foram sendo difundidas em todo o território do Brasil, pois são originárias de outro pais, mas foi no Nordeste que se enraizou, tornando-se forte na nossa cultura.
Fogueira, bebidas quentes, comidas deliciosas, música, dança e muita animação. Difícil quem não goste de uma boa festa junina. O mês de junho é o mês da colheita do milho, por isso a presença do grão nas receitas juninas é tão comum. Normalmente, nas quermesses encontramos: Pamonha, curau, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, bolo de milho, entre outros exemplos, todos uma delícia só.
Segundo a tradição, as fogueiras nas festas juninas existem pois foi uma ordem dada por Isabel (mãe de São João Batista) assim que deu à luz ao seu filho em 24 de junho. O fogo foi a forma de comunicar o nascimento à Maria (mãe de Jesus) que estava em outro ponto do vale. Maria também estava grávida, e seis meses depois Jesus nascia.
Santo Antônio é o primeiro dos santos a ser homenageado no mês. Sua festa é comemorada no dia 13 de junho e ele é conhecido como o santo casamenteiro, já que ajudava as moças do século XII a conseguir o dote para realizar o tão sonhado casamento. Diversas mulheres que querem um namorado, noivo ou marido, recorrem ao amado Santo.

O dia de São João é o mais esperado de todos eles. A festa é realizada no dia 24 de junho e, nesse dia, existem muitas festas pelo Brasil, principalmente no Nordeste. João era filho de Isabel, prima de Maria (mãe de Jesus). Segundo a Igreja Católica, foi ele quem preparou a vinda de Cristo e batizou-o no rio Jordão.

São Pedro é último santo do mês. Ele era um dos pescadores discípulos de Jesus e também conhecido como o fundador da Igreja Católica. Nós Católicos pregamos que é Pedro quem tem as chaves do céu. Sua festa é comemorada no final do mês de junho, no dia 29. Com ele, encerra-se as festividades desse mês tão celebrado.
Viva Santo Antônio, São João e São Pedro? Viva!

 

 

Por Djalma Prado- Pré Discípulo 02

About the author: Ramiro Filho