Sábado da 7ª Semana da Páscoa

1ª Leitura – At 28,16-20.30-31
Paulo ficou em Roma pregando o Reino de Deus.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 28,16-20.30-31
16Quando entramos em Roma,
Paulo recebeu permissão para morar em casa particular,
com um soldado que o vigiava.
17Três dias depois,
Paulo convocou os líderes dos judeus.
Quando estavam reunidos, falou-lhes:
‘Irmãos, eu não fiz nada contra o nosso povo,
nem contra as tradições de nossos antepassados.
No entanto, vim de Jerusalém como prisioneiro
e, assim, fui entregue às mãos dos romanos.
18Interrogado por eles no tribunal
e não havendo nada em mim que merecesse a morte,
eles queriam me soltar.
19Mas os judeus se opuseram
e eu fui obrigado a apelar para César,
sem nenhuma intenção de acusar minha nação.
20É, por isso, que eu pedi para ver-vos e falar-vos,
pois estou carregando estas algemas
exatamente por causa da esperança de Israel.’
30Paulo morou dois anos numa casa alugada.
Ele recebia todos os que o procuravam,
31pregando o Reino de Deus.
Com toda a coragem e sem obstáculos,
ele ensinava as coisas
que se referiam ao Senhor Jesus Cristo.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 10, 4. 5.7 (R. Cf. 7b)
R. Ó Senhor, quem tem reto coração
há de ver a vossa face.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

4Deus está no templo santo, *
e no céu tem o seu trono;
volta os olhos para o mundo, *
seu olhar penetra os homens.R.

5Examina o justo e o ímpio, *
e detesta o que ama o mal.
7Porque justo é nosso Deus, o Senhor ama a justiça.*
Quem tem reto coração há de ver a sua face.R.

Evangelho – Jo 21,20-25
Este é o discípulo que dá testemunho dessas coisas
e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 21,20-25
Naquele tempo:
20Pedro virou-se
e viu atrás de si aquele outro discípulo
que Jesus amava,
o mesmo que se reclinara
sobre o peito de Jesus durante a ceia
e lhe perguntara: ‘Senhor, quem é que te vai entregar?’
21Quando Pedro viu aquele discípulo,
perguntou a Jesus: ‘Senhor, o que vai ser deste?’
22Jesus respondeu:
‘Se eu quero que ele permaneça até que eu venha,
o que te importa isso?
Tu, segue-me!’
23Então, correu entre os discípulos a notícia
de que aquele discípulo não morreria.
Jesus não disse que ele não morreria, mas apenas:
‘Se eu quero que ele permaneça até que eu venha,
que te importa?’
24Este é o discípulo que dá testemunho dessas coisas
e que as escreveu;
e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.
25Jesus fez ainda muitas outras coisas,
mas, se fossem escritas todas,
penso que não caberiam no mundo
os livros que deveriam ser escritos.
Palavra da Salvação.

6ª-feira da 7ª Semana da Páscoa

1ª Leitura – At 25,13b-21
Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 25,13b-21
Naqueles dias:
13bO rei Agripa e Berenice chegaram a Cesaréia
e foram cumprimentar Festo.
14Como ficassem alguns dias aí,
Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo:
‘Está aqui um homem
que Félix deixou como prisioneiro.
15Quando eu estive em Jerusalém,
os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus
apresentaram acusações contra ele
e pediram-me que o condenasse.
16Mas eu lhes respondi
que os romanos não costumam entregar um homem
antes que o acusado
tenha sido confrontado com os acusadores
e possa defender-se da acusação.
17Eles vieram para cá
e, no dia seguinte, sem demora,
sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem.
18Seus acusadores compareceram diante dele,
mas não trouxeram nenhuma acusação de crimes
de que eu pudesse suspeitar.
19Tinham somente certas questões
sobre a sua própria religião
e a respeito de um certo Jesus que já morreu,
mas que Paulo afirma estar vivo.
20Eu não sabia o que fazer para averigüar o assunto.
Perguntei então a Paulo
se ele preferia ir a Jerusalém, para ser julgado lá.
21Mas Paulo fez uma apelação
para que a sua causa fosse reservada
ao juízo do Augusto Imperador.
Então ordenei que ficasse preso
até que eu pudesse enviá-lo a César.’
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 102, 1-2. 11-12. 19-20ab (R. 19a)
R. O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

1Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
e todo o meu ser, seu santo nome!
2Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
não te esqueças de nenhum de seus favores!R.

11Quanto os céus por sobre a terra se elevam,*
tanto é grande o seu amor aos que o temem;
12quanto dista o nascente do poente,*
tanto afasta para longe nossos crimes.R.

19O Senhor pôs o seu trono lá nos céus,*
e abrange o mundo inteiro seu reinado.
20Bendizei ao Senhor Deus, seus anjos todos,*
valorosos que cumpris as suas ordens.R.

Evangelho – Jo 21,15-19
Apascenta os meus cordeiros.
Apascenta as minhas ovelhas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 21,15-19
Jesus manifestou-se aos seus discípulos e,
15depois de comerem, perguntou a Simão Pedro:
‘Simão, filho de João,
tu me amas mais do que estes?’
Pedro respondeu:
‘Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo’.
Jesus disse: ‘Apascenta os meus cordeiros’.
16E disse de novo a Pedro:
‘Simão, filho de João, tu me amas?’
Pedro disse: ‘Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo’.
Jesus disse-lhe: ‘Apascenta as minhas ovelhas’.
17Pela terceira vez, perguntou a Pedro:
‘Simão, filho de João, tu me amas?’
Pedro ficou triste,
porque Jesus perguntou três vezes se ele o amava.
Respondeu: ‘Senhor, tu sabes tudo;
tu sabes que eu te amo’.
Jesus disse-lhe: ‘Apascenta as minhas ovelhas.
18Em verdade, em verdade te digo:
quando eras jovem,
tu te cingias e ias para onde querias.
Quando fores velho,
estenderás as mãos e outro te cingirá
e te levará para onde não queres ir.’
19Jesus disse isso,
significando com que morte Pedro iria glorificar a Deus.
E acrescentou : ‘Segue-me’.
Palavra da Salvação.

5ª-feira da 7ª Semana da Páscoa

1ª Leitura – At 22,30; 23,6-11
É preciso que tu sejas também minha testemunha em Roma.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 22,30; 23,6-11
Naqueles dias:
30Querendo saber com certeza
por que Paulo estava sendo acusado pelos judeus,
o tribuno soltou-o
e mandou reunir os chefes dos sacerdotes
e todo o conselho dos anciãos.
Depois fez trazer Paulo e colocou-o diante deles.
23,6Sabendo que uma parte dos presentes eram saduceus
e a outra parte eram fariseus,
Paulo exclamou no conselho dos anciãos:
‘Irmãos, eu sou fariseu e filho de fariseus.
Estou sendo julgado
por causa da nossa esperança na ressurreição dos mortos.’
7Apenas falou isso,
armou-se um conflito entre fariseus e saduceus
e a assembléia se dividiu.
8Com efeito, os saduceus dizem que não há ressurreição,
nem anjo, nem espírito,
enquanto os fariseus sustentam uma coisa e outra.
9Houve, então, uma enorme gritaria.
Alguns doutores da Lei, do partido dos fariseus,
levantaram-se e começaram a protestar, dizendo:
‘Não encontramos nenhum mal neste homem.
E se um espírito ou anjo tivesse falado com ele?’
10E o conflito crescia cada vez mais.
Receando que Paulo fosse despedaçado por eles,
o comandante ordenou que os soldados descessem
e o tirassem do meio deles,
levando-o de novo para o quartel.
11Na noite seguinte,
o Senhor aproximou-se de Paulo e lhe disse:
‘Tem confiança.
Assim como tu deste testemunho de mim em Jerusalém,
é preciso que tu sejas também minha testemunha em Roma.’
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 15, 1-2a.5. 7-8. 9-10. 11 (R.1)
R. Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio!

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
1Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio!*
2aDigo ao Senhor: ‘Somente vós sois meu Senhor.
5Ó Senhor, sois minha herança e minha taça,*
meu destino está seguro em vossas mãos!R.

7Eu bendigo o Senhor, que me aconselha,*
e até de noite me adverte o coração.
8Tenho sempre o Senhor ante meus olhos,*
pois se o tenho a meu lado não vacilo.R.

9Eis por que meu coração está em festa,
minha alma rejubila de alegria,*
e até meu corpo no repouso está tranqüilo;
10pois não haveis de me deixar entregue à morte,*
nem vosso amigo conhecer a corrupção. R.

11Vós me ensinais vosso caminho para a vida;
junto a vós, felicidade sem limites,*
delícia eterna e alegria ao vosso lado!R.

Evangelho – Jo 17,20-26
Para que eles cheguem à unidade perfeita.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 17,20-26

Naquele tempo, Jesus levantou os olhos ao céu e disse:
Pai Santo,
20eu não te rogo somente por eles,
mas também por aqueles
que vão crer em mim pela sua palavra,
21para que todos sejam um
como tu, Pai, estás em mim e eu em ti,
e para que eles estejam em nós,
a fim de que o mundo creia que tu me enviaste.
22Eu dei-lhes glória que tu me deste,
para que eles sejam um, como nós somos um:
23eu neles e tu em mim,
para que assim eles cheguem à unidade perfeita
e o mundo reconheça que tu me enviaste
e os amaste, como me amaste a mim.
24Pai, aqueles que me deste,
quero que estejam comigo onde eu estiver,
para que eles contemplem a minha glória,
glória que tu me deste
porque me amaste antes da fundação do universo.
25Pai justo, o mundo não te conheceu,
mas eu te conheci,
e estes também conheceram que tu me enviaste.
26Eu lhes fiz conhecer o teu nome,
e o tornarei conhecido ainda mais,
para que o amor com que me amaste esteja neles,
e eu mesmo esteja neles’.
Palavra da Salvação.

4ª-feira da 7ª Semana da Páscoa

1ª Leitura – At 20,28-38
Entrego-vos a Deus e à mensagem de sua graça,
que tem poder para edificar.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 20,28-38
Naqueles dias,
Paulo disse aos anciãos da Igreja de Éfeso:
28Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho,
sobre o qual o Espírito Santo vos colocou como guardas,
para pastorear a Igreja de Deus,
que ele adquiriu com o sangue do seu próprio Filho.
29Eu sei, depois que eu for embora,
aparecerão entre vós lobos ferozes,
que não pouparão o rebanho.
30Além disso, do vosso próprio meio aparecerão homens
com doutrinas perversas
que arrastarão discípulos atrás de si.
31Por isso, estai sempre atentos:
lembrai-vos que durante três anos,
dia e noite, com lágrimas,
não parei de exortar a cada um em particular.
32Agora entrego-vos a Deus e à mensagem de sua graça,
que tem poder para edificar
e dar a herança a todos os que foram santificados.
33Não cobicei prata, ouro ou vestes de ninguém.
34Vós bem sabeis que estas minhas mãos providenciaram
o que era necessário para mim e para os que estavam comigo.
35Em tudo vos mostrei que, trabalhando deste modo,
se deve ajudar os fracos,
recordando as palavras do Senhor Jesus,
que disse: ‘Há mais alegria em dar do que em receber’.’
36Tendo dito isto,
Paulo ajoelhou-se e rezou com todos eles.
37Todos, depois, prorromperam em grande pranto e,
lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam,
38aflitos, sobretudo por lhes haver ele dito
que não tornariam a ver-lhe o rosto.
E o acompanharam até o navio.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 67, 29-30. 33-35a. 35b-36c (R. 33a)
R. Reinos da terra cantai ao Senhor.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

29Suscitai, ó Senhor Deus, suscitai vosso poder, *
confirmai este poder que por nós manifestastes,
30a partir de vosso templo, que está em Jerusalém, *
para vós venham os reis e vos ofertem seus presentes!R.

33Reinos da terra, celebrai o nosso Deus, cantai-lhe salmos!*
34Ele viaja no seu carro sobre os céus dos céus eternos.
Eis que eleva e faz ouvir a sua voz, voz poderosa.*
35a’Dai glória a Deus e exaltai o seu poder por sobre as nuvens.R.

35bSobre Israel, eis sua glória e sua grande majestade!*
36aEm seu templo ele é admirável.
36bE a seu povo dá poder.*
36cBendito seja o Senhor Deus.R.

Evangelho – Jo 17,11b-19
Para que eles sejam um assim como nós somos um
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo escrito por João 17,11b-19

Naquele tempo:
Jesus ergueu os olhos ao céu e disse:
11b’Pai santo, guarda-os em teu nome,
o nome que me deste,
para que eles sejam um
assim como nós somos um.
12Quando eu estava com eles,
guardava-os em teu nome,
o nome que me deste.
Eu guardei-os e nenhum deles se perdeu,
a não ser o filho da perdição,
para se cumprir a Escritura.
13Agora, eu vou para junto de ti,
e digo estas coisas, estando ainda no mundo,
para que eles tenham em si
a minha alegria plenamente realizada.
14Eu lhes dei a tua palavra,
mas o mundo os rejeitou,
porque não são do mundo,
como eu não sou do mundo.
15Não te peço que os tires do mundo,
mas que os guardes do Maligno.
16Eles não são do mundo,
como eu não sou do mundo.
17Consagra-os na verdade;
a tua palavra é verdade.
18Como tu me enviaste ao mundo,
assim também eu os enviei ao mundo.
19Eu me consagro por eles,
a fim de que eles também sejam consagrados na verdade’.
Palavra da Salvação.

6º dia na oitava do Natal do Natal

1ª Leitura – 1Jo 2,12-17
Aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
Leitura da Primeira Carta de São João 2,12-17
12Eu vos escrevo, filhinhos:
os vossos pecados foram perdoados
por meio do seu nome.
13Eu vos escrevo, pais:
vós conheceis aquele que é desde o princípio.
Eu vos escrevo, jovens:
vós vencestes o Maligno.
14Já vos escrevi, filhinhos:
vós conheceis o Pai.
Já vos escrevi, jovens:
vós sois fortes,
a Palavra de Deus permanece em vós,
e vencestes o Maligno.
15Não ameis o mundo, nem o que há no mundo.
Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai.
16Porque tudo o que há no mundo
– as paixões da natureza,
a concupiscência dos olhos
e a ostentação da riqueza –
não vem do Pai, mas do mundo.
17Ora, o mundo passa,
e também a sua concupiscência;
mas aquele que faz a vontade de Deus
permanece para sempre.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 95 (96), 7-8a. 8b-9. 10 (R. 11a)
R. O céu se rejubile e exulte a terra!

7Ó família das nações, dai ao Senhor,+
ó nações, dai ao Senhor poder e glória,*
8adai-lhe a glória que é devida ao seu nome!R.

8bOferecei um sacrifício nos seus átrios,+
9adorai-o no esplendor da santidade,*
terra inteira, estremecei diante dele!R.

10Publicai entre as nações: ‘Reina o Senhor!’ +
Ele firmou o universo inabalável, *
e os povos ele julga com justiça.R.

Evangelho – Lc 2,36-40
Pôs-se a falar do menino a todos
que esperavam a libertação de Jerusalém.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 2,36-40
Naquele tempo:
36Havia também uma profetisa, chamada Ana,
filha de Fanuel, da tribo de Aser.
Era de idade muito avançada;
quando jovem, tinha sido casada
e vivera sete anos com o marido.
37Depois ficara viúva,
e agora já estava com oitenta e quatro anos.
Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus
com jejuns e orações.
38Ana chegou nesse momento
e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino
a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.
39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor,
voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.
40O menino crescia e tornava-se forte,
cheio de sabedoria;
e a graça de Deus estava com ele.
Palavra da Salvação.

Últimos dias antes do Natal – 21 de dezembro do Advento

1ª Leitura – Ct 2,8-14
Eis o meu amado que vem saltando pelos montes.
Leitura do Cântico dos Cânticos 2,8-14
8É a voz do meu amado!
Eis que ele vem
saltando pelos montes,
pulando sobre as colinas.
9O meu amado parece uma gazela,
ou um cervo ainda novo.
Eis que ele está de pé atrás de nossa parede,
espiando pelas janelas,
observando através das grades.
10O meu amado me fala dizendo:
‘Levanta-te, minha amada,
minha rola, formosa minha, e vem!
11O inverno já passou,
as chuvas pararam e já se foram.
12No campo aparecem as flores,
chegou o tempo das canções,
a rola já faz ouvir
seu canto em nossa terra.
13Da figueira brotam os primeiros frutos,
soltam perfume as vinhas em flor.
Levanta-te, minha amada,
formosa minha, e vem!
14Minha rola, que moras nas fendas da rocha,
no esconderijo escarpado,
mostra-me teu rosto,
deixa-me ouvir tua voz!
Pois a tua voz é tão doce,
e gracioso o teu semblante’.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 32 (33), 2-3. 11-12. 20-21 (R. 1a.3a)
R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
Cantai para o Senhor um canto novo!

2Dai graças ao Senhor ao som da harpa, *
na lira de dez cordas celebrai-o!
3Cantai para o Senhor um canto novo, *
com arte sustentai a louvação!R.

11Mas os desígnios do Senhor são para sempre, +
e os pensamentos que ele traz no coração, *
de geração em geração, vão perdurar.
12Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, *
e a nação que escolheu por sua herança! R.

20No Senhor nós esperamos confiantes, *
porque ele é nosso auxílio e proteção!
21Por isso o nosso coração se alegra nele, *
seu santo nome é nossa única esperança.R.

Evangelho – Lc 1,39-45
Como posso merecer que a mãe do
meu Senhor me venha visitar?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 1,39-45
39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa,
dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judéia.
40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel.
41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria,
a criança pulou no seu ventre
e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.
42Com um grande grito, exclamou:
‘Bendita és tu entre as mulheres
e bendito é o fruto do teu ventre!’
43Como posso merecer
que a mãe do meu Senhor me venha visitar?
44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos,
a criança pulou de alegria no meu ventre.
45Bem-aventurada aquela que acreditou,
porque será cumprido, o que o Senhor lhe prometeu.’
Palavra da Salvação.